sexta-feira, 30 de abril de 2010

Causos do mineiro (Matuto)



Este “causo”, presenciado por meu tio Abreu (olha ele aí simpsonizado!), mineiro de Bicas, quando estava numa mercearia na década de 40:

No alto da prateleira havia um pequeno rádio (de madeira naquela época), e o locutor falava pelos cotovelos. No cantinho da mercearia estava um matuto, olhando para o radinho.

Meu tio fazia compras (naquele tempo os alimentos eram expostos em sacos grandes, geralmente na entrada da loja, que os clientes colocavam em sacolas pequenas para pesar). Isso quando não ia um garoto fazer as compras, e “dava como promessa de pagamento” (o famoso fiado) o fio de bigode enviado pelo pai.

E o locutor continuava a falar e falar….Eis que o matuto, incomodado, não aguenta e fala:

“-Caxotim danado pra a falar, sô!”

Nenhum comentário:

Postar um comentário